terça-feira, 3 de março de 2009

RAFAEL /23


" Renunciei aos meus passeios pelas montanhas quando as primeiras neves começaram a coroar os pinheiros nos altos cumes da Sabóia. O calor suave e prolongado do fim de Outubro concentrara-se no fundo do vale. O ar estava ainda tépido nas margens e sobre as águas do lago. Na extensa alameda de choupos que para lá conduz, havia, ao meio dia, uma fraca claridade de sol, oscilações de ramos e murmúrios de brisas, que me encantavam." Continua              

4 comentários:

Estrella Altair disse...

Que bonita descrição... gostei.

Posso imaginar-me essas montanhas e passear sobre elas.

As de meu povo são muito bonitas e percorrerlas é uma gozada.

Um beijo

Cleo disse...

Fico aqui imaginando esta paisagem descrita, deve ser maravilhosa. Amei a imagem.
Beijos carinhosos e bela semana.
Cleo

Andreia disse...

Sintonia perfeita entre imagens e palavras, adorei a sua forma de poesia! Sensível e muito criativa...
Bjsss continue assim!!!

netuno artes disse...

Belas palavras, belas imagens, e a paz da música nos faz refletir,
abraços netunianos

Acerca de mim

Arquivo do blogue